Twitter e Yahoo se reúnem para discutir possível fusão

image junho, 2016 Mídias sociais

O Twitter pode estar considerando a ideia de se unir ao Yahoo. Fontes próximas às empresas disseram ao New York Post que executivos da rede social se encontraram com a CEO do Yahoo, Marissa Mayer, há algumas semanas para discutirem a possibilidade de uma fusão.

O Yahoo colocou sua divisão central de Internet à venda em dezembro do ano passado, depois de desistir de encontrar uma forma de vender sua fatia de 15% na empresa de e-commerce chinesa, a gigante Alibaba. A ideia foi abandonada, pois os acionistas temiam que a operação resultasse na cobrança de taxas superiores a US$ 10 bilhões.

O valor da divisão de Internet do Yahoo varia, mas muitos indicam que o núcleo de negócios estaria avaliado entre US$ 4 bilhões e US$ 8 bilhões.

O Twitter tinha US$ 3,6 bilhões em caixa no final do primeiro trimestre. Então uma aquisição desse porte não estaria fora de cogitação.

No entanto, aparentemente o Twitter não tem levado tal compra com muita seriedade, de acordo com o Post. Enquanto a CEO do Yahoo esteve presente na reunião com representantes do Twitter, o CEO deste, Jack Dorsey, não era um deles.

“Quando seu CEO não aparece para uma reunião de negócios, você tem de se perguntar o quão séria era ela”, disse uma fonte ao Post, acrescentando que o interesse era mais especulativo do que direcionado a uma grande estratégia.

As companhias estão de acordo em pelo menos uma coisa: representantes de ambas enviaram a mesma mensagem ao Post: “nós não comentamos rumores e especulação”.

O Yahoo também detém cerca de um terço do Yahoo Japão, uma joint venture feita com a companhia japonesa SoftBank avaliada em cerca de US$ 8 bilhões. A SoftBank também investe na Alibaba.

É improvável que a SoftBank esteja entre as pretendentes do Yahoo. Apesar de seu grande apetite por empresas americanas (é majoritária na operadora Sprint), ela se encontra sem dinheiro no momento. No início dessa semana, vendeu parte de suas ações da Alibaba de volta para a companhia.

Cerca de 40 empresas demonstraram interesse em comprar o Yahoo, mas apenas algumas seguiram com pretensões mais sérias. Entre as desistentes estariam o Alphabet, empresa que detém o Google, Comcast e AT&T, de acordo com o Wall Street Journal.

Os rumores de que a operadora americana Verizon estaria interessada ainda continuam. Afinal, a companhia já tem em seu histórico a compra da antiga rival do Yahoo, a AOL.

Via

Tags