O E-mail Marketing está ultrapassado?

novembro, 2016 Marketing Digital

“E-mail Marketing é coisa do passado”, “Não funciona mais”, “É chato”, “Incomoda”, “As pessoas não lêem”, “Não serve mais”. Estas são algumas afirmações que você já deve ter ouvido por aí por profissionais de marketing, empreendedores e contatos.
Mas será que isto é realmente verdade? O objetivo deste artigo é desmistificar o E-mail Marketing como canal de comunicação com os clientes e consumidores.

Duas formas de E-mail Marketing: 1.0 e 2.0

Grande parte das inverdades desferidas sobre esta ferramenta são baseadas em maneiras errôneas de utilizá-la.
A 1.0 pode objetificar os maus comentários. Seu uso se baseia na quantidade de e-mails disparados, ou seja, sua função é mandar o maior número de e-mails possíveis indiscriminadamente a um maior número de pessoas. Não que este modelo não tenha também sua utilidade, porém as chances das pessoas realmente lerem o conteúdo são menores. Foi a forma mais utilizada em tempos atrás, mas o mercado reconhece o desperdício que ocorre quando o foco está apenas no volume e não no público que será atingido.

E aí o 2.0 chega como alternativa neste cenário. Este modelo é baseado na comunicação compartilhada. Personalizado, que procura entender o consumidor, suas necessidades e atendê-las com e-mails úteis. Segmenta a informação por público e região: idade, gênero, cidade, preferências e interesses. Também muito utilizado junto às mídias sociais, integrando outros canais de comunicação à sua mensagem. Aqui o foco é qualidade da informação.

Spam, um terrível vilão

É verdade que o principal vilão do E-mail Marketing é sempre o tal do SPAM. Mas o que isso significa efetivamente?
Spam é considerado lixo eletrônico não solicitado, enviado para várias pessoas ao mesmo tempo. Você mesmo já deve ter tido um momento de infelicidade ao se deparar com uma caixa de e-mail entupida de tais inconvenientes, não é mesmo? Pois é aí que se deve tomar alguns cuidados nos envios de seus e-mails aos clientes para que não sejam considerados inúteis pela caixa do receptor:
– Evite fontes grandes ou pequenas demais com grandes espaçamentos entre elas.
– Contenha-se nas acentuações. (Exemplo: Promoção de Natal!!!)
– Não use textos muito coloridos.
– “Clique aqui”, “Oportunidade Única”, “Promoção” são palavras geralmente utilizadas em mensagens consideradas como spam. Elimine-as do seu conteúdo.

Acredita-se ser impossível uma mensagem ter 100% de chance de não ser considerada um lixo eletrônico, porém a efetividade no envio crescerá (e muito) seguindo as observações apresentadas.

Seja Mobile!

O conteúdo do seu E-mail deve ser acessível em diferentes plataformas, como um smartphone por exemplo, através de layout inteligente e responsivo. Devido à isto, as suas mensagens devem ser enxutas, com poucas imagens para acelerar o carregamento e contar com assuntos interessantes que gerem interesse na abertura da mensagem.
Ser mobile é ser 2.0, é atender as reais necessidades das pessoas de maneira simples e rápida.

E-mail Marketing ainda é sim uma excelente forma de comunicação com seus prospects e clientes, desde que, como vimos, tenha sido pensada, planejada e executada de maneira correta entendendo os consumidores como seres únicos possuidores de individualidade. Seja Mobile, seja 2.0 e colherá bons resultados.

Sucesso!